O analista de marketing digital é como um mago, ele faz seu site receber mais visitantes e aumentar as conversões, com técnicas de SEO em conjunto com estratégias de marketing.

Quem quer aparecer nas primeiras paginas do Google?

Ele é  a pessoa que identifica as necessidades e oportunidades no mercado digital, estuda o comportamento dos consumidores e suas influências, concorrentes e tendências. Utilizando-se de ferramentas especificas do Marketing Digital, sólidos conhecimentos de SEO e Redes Sociais.

Analista de Marketing Digital

É quem faz o seu site, blog ou loja virtual se torna mais conhecido, ganhar autoridade no mercado, receber mais visitantes e aumentar as chances de conversões, tudo com técnicas de SEO  em conjunto com estratégias de marketing digital para melhorar a posição orgânica de um site.

O que significa ser Consultor ou Analista de Marketing Digital

é necessário falar de SEO (Search Engine Optimization) ou Otimização para sites de buscas, ou motores de busca, como o Google e o Bing, que trabalham para entregar os melhores resultados. Sendo cada vez mais assertivos ao entregar o que o usuário esta buscando.

As técnicas de otimização, webwriting, estudo dos algoritmos, palavras chaves, juntamente com com a experiência do usuário, é que influenciam na classificação dos sites nos resultados de busca, fazendo com que eles apareçam nas primeiras paginas. Lembrado que 75% dos usuários não olham os resultados depois da primeira pagina.

(Ao final deste artigo, colocarei alguns dados mundiais e brasileiros para que você possa entender o potencial gigantesco de um bom trabalho de SEO para o Marketing Digital e as Redes Sociais na sua empresa).

Estar bem posicionado gera em torno de 40% de aumento do faturamento, os investimentos em marketing trazem maior retorno ou ROI (Return over Investment) e consequentemente uma economia significativa.

A importância da consultoria de um especialista em SEO

Os motores de buscas empregam equações matemáticas (algoritmos) para classificar informação boa, com relevância e, em seguida, classificar em ordem de qualidade (popularidade).
Centenas de fatores influenciam no rankeamento (classificação) de um site. Mas vamos considerar os 3 fatores abaixo como os principais:

  • CONTEÚDO
  • LINKS (backlinks)
  • RANKBRAIN

Mas para quem acha que SEO é fácil e rápido, vamos refletir sobre alguns pontos.

Palavras-chave – Pense em quantas maneiras diferentes você pode buscar por um assunto na internet. Os termos digitados no campo de busca, são aquilo que chamamos de palavras-chave. E para escolher bem as palavras é necessário fazer um estudo considerando informações como :

  • Volume de pesquisas mensais
  • Nível de competição orgânica/paga
  • Custo por clique

Você também pode levar em consideração:

  • testar variações
  • acrescentar diferentes maneiras de dizer a mesma coisa
  • utilizar erros de digitação como título de imagens

Publico Alvo – Para conhecer esses termos relevantes, é necessário estudar o seu público e entender o que ele está buscando.

 

Tipos de Busca ou Pesquisa

Quando alguém faz uma busca, dependendo das palavras usadas essa pesquisa tem determinada intenção, vamos ver quais são essas 3 intenções mais clássicas?

  1. Busca Navegacional – Exemplo: busca por “aceleração digital” para encontrar o meu site ou artigos do blog.
    Nesse tipo de busca o usuário já sabe o que quer, por isso também é conhecida como pesquisa de atalho. Quando você não lembra o link correto de alguma coisa e pesquisa no Google.
  2. Busca Informacional – Exemplo: busca por “como gerar tráfego orgânico”.
    Essas são as pesquisas realizadas quando buscamos por informação, queremos estudar e saber sobre determinado assunto. Como não sabemos em qual site vamos clicar, nesse tipo de busca é fundamental um site estar bem posicionado.
  3. Busca Transacional – Exemplo: busca por “curso de consultoria de seo”.
    Já nessa tipo de busca o usuário já possui uma intenção bem clara, seja de comprar um produto ou encontrar uma loja.
    Por isso que essa pesquisa com intuito de executar uma transação online é o POTE DE OURO para E-COMMERCE ou lojas virtuais.

Agora vem a parte que, na maioria das empresas, gera um desconforto grande.
Aquela parte onde eu tenho que dizer que vai ser necessário mexer em todo o site.

Muitos sites não conseguem rankear bem no Google porque ignoram a sua estrutura interna, ou a maneira como organizam seu conteúdo.
Esse é o chamado SEO On-page, ou a otimização dentro do próprio site.

Embora o uso de palavras-chave ainda seja importante, como nos títulos <H1> e <H2>, o SEO ON-page é menos sobre repetição ou posicionamento de palavras-chave e mais sobre como entender quem são os seus leitores e o que eles precisam.
Por isto a importância de se estudar muito bem o Publico Alvo

Tópicos do SEO On-Page mais relevantes para o Google:

  1. Conteúdo profundo, único e amigável
    Profundidade de conteúdo significa que o texto deve ser suficientemente extenso para ser único e de qualidade. Em contra partida o texto tem que ser organizado, de fácil navegação e possuir legibilidade.
  2. Alinhamento com o usuário
    De nada adianta o texto ser lindo, bem escrito e revisado se ninguém o lê ou sabe que existe.
  3. Estrutura de Links
    A estrutura de links de um site, ou URL, deve ser amigável. É muito melhor uma URL assim:
    www.milajuns.com.br/analista-de-marketing-digital/
    Do que uma assim: www.milajuns.com.br/?2861
  4. Tempo de carregamento da página
    Aqui é uma parte mais técnica e existem ferramentas para saber como está a velocidade de carregamento do seu site ou página específica. E caso as sugestões de melhoria estejam fora do seu alcance, contrate alguém técnico para te ajudar.
  5. Links internos e externos
    Quantos links você costuma usar nos seus conteúdos? Espero que não sejam poucos e que você não tenha aquele pensamento de que apontar para outro site pode prejudicar o seu site. ISTO É PASSADO
    Os links internos são aqueles que apontam para dentro do seu site e os links externos são esses links que ajudam o usuário a entender melhor o assunto do seu texto ou agregam valor de alguma forma.
  6. Autoridade e confiança
    O seu site/domínio deve ser legítimo, confiável e claramente mostrar que possui capacidade intelectual ou técnica para falar sobre os assuntos que publica. Ética e transparência também são qualidades essenciais no mundo online. É assim que se conquista autoridade e confiança.
  7. Boas Práticas de SEO
    O conteúdo é a principal razão pela qual os visitantes chegam a um site e ai esta a importancia do analista do marketing digital. Existem algumas partes do conteúdo que precisam de atenção dupla quando se fala de otimização de sites/páginas:
    TAG TÍTULO <title> – título que informa ao motor de busca o assunto da página que deve possuir a palavra-chave bem no seu início.
    META TAG <description> – descrição da página que também deve possuir a palavra-chave.
    TEXTO ALTERNATIVO DA IMAGEM <alt-text> – ao menos uma imagem do conteúdo deve conter a palavra-chave no campo de texto alternativo da ima

Agora você entendeu que o site precisa estar devidamente tratado, vamos para o próximo ponto.

 

SEO Off-Page que geram valor

Quando o seu site gera valor real, outras páginas poderão compartilhar o seu conteúdo e linká-lo (criar um backlink), mandando parte da audiência para você.
Então se você entra em contato com um influenciador de algum assunto relacionado ao seu tópico, e ele link para o seu site, isso se chama Link Building. Também considerado o carro chefe do SEO Off-Page.
A construção de links pode ser feita de várias formas mas existem 3 delas que predominam:

  • Links Naturais, (sem você saber) apontam para o seu site
  • Links Manuais, incluem ações como pedir aos seus clientes apontarem para o seu site ou barganhar com algum influenciador para compartilhar o seu conteúdo.
  • Links Criados – também conhecido como Link Farm, são perigosos e considerados black hat ou SEO com técnicas sombrias de otimização, que são severamente punidos pelo Google. Coisas como links em assinaturas e comentários ou links escondidos

Como toda magia, existe uma alquimia, estudo de segredos não revelados, bem como os grandes Mestes e Magos do SEO
Por isto existem empresas que prometem “resultados mágicos de SEO”

Tenha em mente que os resultados não são instantâneos, mas isso não os faz menos valiosos. Pelo contrário, o que demanda esforço normalmente gera resultados duradouros.

Estruturar o seu site, levar audiência, manter contato com seu publico. É um trabalho que requer um especialista ou ate mesmo um time porque é necessário sólidos conhecimentos de:

Analista Marketing Digital para estruturar a comunicação e produzir o chamado marketing de conteúdo e utilizar-se de técnicas de Web-writing para gerar valor.

Tudo isto tem que estar alicerçado nas principais métricas, que são:

  • Taxa de conversão, ou quantas pessoas baixam conteúdo, ou entram em contato;
  • Tempo por sessão, que diz o tempo que os usuários gastam no site;
  • Retenção de clientes, trata-se da porcentagem de usuários que foram convertidos e se mantém ativos após um determinado período;

Analista e Consultor de SEO para trabalhar com o  Analista de marketing digital, tratar todo o conteúdo de forma técnica para valorizar e trazer resultados esperados.
Como já foi dito, os algoritmos se atualizam a cada segundo, sempre buscando entregar os melhores resultados. E a empresa precisa de um profissional especializado para acompanhar os números, as técnicas e promover a implementação e melhoria constante.

E por falar em MÉTRICAS e SEO, vamos conhecer alguns dados do mercado.

 

Panorama Mundial do Mercado Digital

28% das buscas por algo localizado nas proximidades resultam em uma compra. – Google
Os e-commerces brasileiros que investem em SEO conseguem conquistar 13,2 vezes mais visitantes e 5,7 vezes mais clientes. – SEO Trends
Estratégias
Os principais resultados obtidos com SEO segundo as empresas brasileiras são: crescimento do tráfego orgânico (77,8%), maior qualidade do tráfego (41,8%) e melhores posições de rankeamento nas SERPs (38,2%). – SEO Trends 2017
A adição de uma única imagem no conteúdo mostrou aumentar os rankings de pesquisa. – Backlinko
Um estudo revelou que as páginas com vídeo são 53 vezes mais propensas a se classificarem na primeira página dos resultados de busca do Google. – Shareaholic

Conteúdo do site

84,7% das empresas que utilizam estratégia de SEO adotam Marketing de Conteúdo. – SEO Trends
Melhorias no conteúdo aumentam o tráfego do blog em até 2.000%. – Marketing Sherpa
47% dos consumidores veem de 3 a 5 peças de conteúdo criadas por uma empresa antes de falar com um vendedor. – BreezyHill

Busca Orgânica

A primeira posição nos resultados de pesquisa orgânica do Google tem uma taxa de cliques de 34,36%. – HubSpot
40% dos profissionais de marketing dizem que o obstáculo mais desafiador para o sucesso da otimização é a mudança de algoritmos de pesquisa. – Ascend2
66% dos profissionais de marketing afirmam que melhorar SEO e aumentar sua presença orgânica são suas principais prioridades de Inbound Marketing. – State of Inbound 2017
O Google altera o seu algoritmo de mecanismo de pesquisa aproximadamente 500 a 600 vezes por ano. – Moz
60% dos cliques vão para os três principais sites nos resultados dos mecanismos de pesquisa. – Search Engine Journal
O tempo médio gasto em uma sessão de pesquisa é inferior a 1 minuto de duração. – Moz
75% dos usuários nunca clicam em resultados após a primeira página dos resultados de pesquisa. – imFORZA
No Google, 18% dos cliques orgânicos vão para o primeiro resultado da busca, 10% vão para o segundo e 7% vão para o terceiro. – imFORZA
Inbound leads, com o SEO, custam 61% a menos do que os Outbound leads. – Search Engine Journal
Os profissionais de marketing que usam técnicas de SEO orgânicas e anúncios de pagamento por clique vêem uma média de 25% a mais de cliques e 27% de lucro, em comparação com quem utiliza somente uma única técnica. – Search Engine Land
81% dos clientes realizam pesquisas online antes de fazer grandes compras. – Retailing Today

Palavras-chave

85% dos profissionais de marketing de varejo entrevistados alegaram que o Search Engine Marketing ou SEM (pago e SEO) é a tática de aquisição de clientes mais eficaz. – Search Engine Watc
50% das consultas de pesquisa em mecanismo de busca são quatro palavras ou mais. – HubSpot

Redes sociais

61% de todas as visitas dos sites vêm do Facebook. – Merkle
Posts com mais de 1.500 palavras recebem 68,1% mais Tweets e 22,6% mais like no Facebook. – Click X
Diariamente, mais de 2 bilhões de pesquisas são realizadas no Facebook. – HubSpot
O YouTube é o segundo maior motor de busca do mundo. – Mushroom Networks

Blogs

As empresas que usam a estratégia de blog têm mais de 434% páginas indexadas do que as que não usam. – ContentPlus
Atualizar e republicar postagens de blog antigas pode aumentar mais de 100% do tráfego. – Backlinko
Empresas que têm blog recebem 97% mais links para o seu site do que aqueles que não têm. – HubSpot State of Inbound Marketing Lead Generation Report

Mobile

56% das buscas móveis são de usuários que procuram informações locais, tais como horário comercial, direções e endereço físico. – SMA Marketing
94% de todo o tráfego de pesquisa de celulares e tablets vem do Google. – NetMarketShare
87% dos usuários de smartphones usam um mecanismo de busca pelo menos uma vez por dia. – HubSpot
30% das buscas móveis estão relacionadas a uma pesquisa de localização. – Google
40% dos visitantes irão para um resultado de pesquisa diferente se o primeiro não for amigável para dispositivos móveis. – Tyton Media

 

Voce pode se interessar por:

O que é um analista de SEO?

Analista para Marketing Digital – Métrica e KPI

 

Veja também

Você precisa das respostas certas ou das perguntas certas ?